Integração do SCCM2012 com o Microsoft Intune e os Serviços de Nuvem

Olá pessoal,

Para começar o ano bem, irei começar falando de System Center Configuration Manager 2012 e Microsoft Intune, alias, muitos dos meus artigos nesse ano de 2015 serão focados em Microsoft Intune, SCDCM 2012, MDM – Gerenciamento de Dispositivos Móveis, Azure AD, EMS – Enterprise Management Desktops.

Iremos então, entender um pouco como é a integração do SCCM 2012 com o Intune.

Primeiramente é necessário ter uma conta do Microsoft Intune e Microsoft Azure e também ter o SCCM2012 configurado na sua organização.

Este Cenário, seria um dos mais completos para gerenciamento de dispositivos móveis.

Int1

Neste cenário o gerenciamento fica muito tranquilo de ser realizado.

Em toda a integração entre Microsoft Intune, SCCM2012 e Serviços na Nuvem como o Azure, é utilizado SSL para proteger todo o tráfego de dados, o certificado também é requerido para todos os sistemas operacionais suportados.

Após instalar o Microsof Intune Connector toda a central de administração irá passar do Microsoft Intune para o primeiro site do SCCM2012.

O Configurations Manager carrega as configurações de definições do Microsoft Intune e faz o download dos dados de gerenciamento.

Algumas funcionalidades disponíveis divididas por classe de dispositivo suportado para o MDM – Mobile Device Management.

Int2

 

Utilizando Pontos de distribuição baseados na nuvem é possível obter uma série de benefícios:

• Suporta clientes baseados na intranet e internet
• Pode funcionar como um fallback.
• Ajuda no apoio do uso de BranchCache por clientes devidamente configurados.
• Pode ser gerido individualmente ou como membros de um grupo de pontos de distribuição.
• Fornecer a opção de escalar o serviço de nuvem para atender às necessidades atuais de uma organização sem
exigir mais provisionamento de mais pontos de distribuição.

Mas existe algumas limitações:
• Não oference suporte para ambientes de pré-Boot Execution (PXES) ou implantações habilitados para multicast.
• Não é possível hospedar os pacotes de atualização de software.
• Não suporta pacotes que são executados a partir do ponto de distribuição. Os clientes devem fazer download de conteúdo e
executá-lo localmente.
• Não suporta streaming de Microsoft Application Virtualization (App-V) aplicações.
• Não pode ser utilizado como locais de conteúdo para seqüências de tarefas que usam a seguinte opção: Baixar
conteúdo localmente quando necessário, executando as opções de implantação de seqüência de tarefas.
• Pode ser usado com seqüências de tarefas que usam a seguinte opção: Baixe todo o conteúdo localmente antes
iniciar a implantação seqüência de tarefas.
• Não pode ser configurado como pontos de pull-distribuição de dados

Obrigado

Thiago Guirotto de Oliveira

Senior Infrastructure Analyst

Microsoft® Certified Solutions Expert: Private Cloud

Microsoft® Certified Trainer

MTAC |Microsoft Technical Audience Contributor

MCS | MCSA | MCITP | MCTS | MCC | MCP

www.thiagoguirotto.com.br

facebook.com/thiagoguirotto

http://www.windowsstudygroup.com.br/

guirotto_tgo@hotmail.com

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *